rp_hesperbot_Psafe_virus_2013-09-10.jpg

Vírus Hesperbot rouba dados bancários de milhões de internautas

Um novo vírus que está rodando na internet está vitimando milhões de pessoas em todo o mundo. Chamado de “Hesperbot”, a ameaça rouba dados bancários e já atingiu […]

Um novo vírus que está rodando na internet está vitimando milhões de pessoas em todo o mundo. Chamado de “Hesperbot”, a ameaça rouba dados bancários e já atingiu clientes de vários bancos europeus, inclusive alguns que atuam no Brasil e na América Latina.

Como age

O “Hesperbot” foi criado na República Checa, mas já está se espalhando pela World Wide Web e afetou internautas de outros países, como Portugal, Turquia, Reino Unido e Tailândia. A ameaça atua de forma bastante similar a de outros vírus. O internauta recebe um e-mail com um link malicioso. Quando a pessoa clica no link, instala o vírus no computador.

Depois de instalado, o “Hesperbot” salva tudo o que o internauta faz no computador, incluindo as teclas digitadas, os sites visitados e ainda por cima consegue salvar imagens da tela – ou seja, este vírus consegue burlar todos os esquemas de segurança bancários e rouba os dados dos clientes facilmente.

A nova ameaça é categorizada como um cavalo de troia (trojan) que se utiliza da técnica de phishing para convencer o internauta a executar o malware e instalá-lo no PC. Para ficar mais convincente, o “Hesperbot” utiliza imagens alusivas aos bancos que ataca.

Este, porém, não é o primeiro trojan banker criado na República Checa. Nos últimos meses, investigações estão sendo realizadas, já que existe a suspeita de uma campanha de ameaças no país. Além de infectarem PCs, as ameaças também podem infectar dispositivos móveis com os sistemas operacionais da Blackeberry, Symbian ou Android.

Como se proteger

Como você já deve saber, o melhor é manter o antivírus PSafe Antivirus instalado no seu PC. Como ele utiliza a tecnologia em nuvem, sua base de vírus é atualizada é constantemente e, assim, você fica mais protegido não só contra o “Hesperbot”, mas contra todos os vírus que existem na internet.

Além disso, fica a dica de nunca executar um link que contenha duas extensões (como “.pdf.exe”) e nem clicar em links de e-mails ou mensagens que não confia. Se você tem alguma dúvida ou achou a o e-mail ou mensagem estranhos, procure na internet ou entre em contato com a pessoa/empresa para saber se é verdadeiro. Como a PSafe sempre lembra, uma postura de segurança digital é a principal atitude para evitar ataques de pragas digitais.