rp_sentir-bolso-virus-worm-phishing_2014-03-21.jpg

Vírus, phishing, worm: você vai sentir no bolso esses problemas

Prática comum do mercado de TI, principalmente em mercados emergentes, problemas decorrentes do uso de produtos piratas são inúmeros e – excluindo-se as sanções legais que podem ser […]

Prática comum do mercado de TI, principalmente em mercados emergentes, problemas decorrentes do uso de produtos piratas são inúmeros e – excluindo-se as sanções legais que podem ser aplicadas a pessoas e empresas que lançam mão desta prática – causam prejuízos bilionários a corporações e usuários de todo o mundo. Estudo realizado pela Microsoft e uma universidade de Singapura aponta que, em 2014, empresas deverão gastar US$ 500 bilhões para enfrentar problemas decorrentes de softwares piratas, enquanto consumidores desembolsarão US$ 25 bilhões e comprometerão 1,2 bilhão de horas na resolução de problemas de segurança e correção. A divisão do bolo para o consumidor final sugere que US$ 14 bilhões serão investidos em reparo de máquinas infectadas, US$ 6,2 bilhões decorrentes de fraudes com informações pessoais e US$ 4,6 bilhões para gastos correlatos de recuperação de dados e proteção.

A ação direta de cibercriminosos, que se aproveitam de brechas deixadas por pessoas e entidades, representa cerca de 64% das perdas empresariais e 49% das perdas pessoais, decorrentes de mau uso de informações bancárias e dados do cartão de crédito. Uma dica importante é manter o sistema operacional atualizado e um pacote de segurança instalado no computador ou smartphone e tablet para acabar não sentindo no bolso. Com o PSafe Suite você controla a saúde do seu HD e conta com um pacote de segurança completo e gratuito, com atualização na nuvem, sem necessidade de novas instalação, o que garante ao usuário proteção imediata e atualizada contra vírus, worm, phishing, entre outras ameaças e chateações. Você também pode baixar e proteger seu celular com o PSafe Suite Android, agora que boa parte da sua vida é resolvida pelo smartphone.

O risco de estar contaminado por algum malware atinge 33% dos dispositivos que contém ou instalam pacotes de softwares piratas e os números reais podem ser ainda piores que as projeções, já que 61% dos 203 computadores adquiridos em 11 países e analisados na pesquisa continham algum vírus, worm, trojan ou adware. A compra de aparelhos em pequenas lojas ou não confiáveis e pode aumentar o risco de que o hardware já venha com alguma infecção, mesmo que ainda não tenha sido conectado à Internet. Aqui no Brasil, os problemas são mais comuns, segundo o levantamento, em pequenas lojas do Centro do Rio de Janeiro e da região de Santa Efigência, em São Paulo.

A pesquisa apontou que o maior receio de pessoas e empresas é com o sigilo de informações confidenciais, seguido de acesso não autorizado ao terminal, atingindo 60% e 59% e 51% e 55% dos pesquisados, respectivamente. Apesar disso, 43% dos consumidores assumem não instalar atualização de segurança em seus computadores. A razão disso não foi apresentada, mas a falta de conhecimento técnico parece interferir no resultado e no esquecimento de proteger desktops, celulares e tablets. E você, já instalou o PSafe Suite e o PSafe Suite Android nos seus dispositivos?