rp_entrevista-rh_2015-02-06-12-33-14.jpg

Você está contratado, #SQN. Mandou mal? Não, mandou péssimo!

O RH da PSafe preparou dez dicas para você: veja o que pode ou não te ajudar a conquistar uma vaga no mercado de trabalho

O RH da PSafe preparou dez dicas para você: veja o que pode ou não te ajudar a conquistar uma vaga no mercado de trabalho

Inúmeras são as oportunidades no mercado e é fundamental que estejamos preparados para o momento estratégico do processo: “A Entrevista de Recrutamento e Seleção”.

Para começar, aprenda a ouvir

Muitas vezes, ficamos impressionados com as gafes e tentamos reverter a situação. Em alguns casos, sem muito sucesso, resultando na eliminação do candidato. É fato que a timidez é um complicador, mas falar em demasia é sinal de uma dificuldade de escuta.

Seja transparente

Mentir nunca é uma boa opção. Muitas vezes, o candidato dissimula, aumenta ou inventa certas informações para não deixar a oportunidade passar. Informações aparentemente “inofensivas”, podem fazer a credibilidade do candidato ir por água abaixo. Podemos citar, como exemplo, o fato comum de dizer que tem Inglês fluente e o processo mudar de rumo, caso o recrutador decida entrevistar no idioma. #fail

Guarde suas gírias para o bar

Gírias também não são bem-vindas. Certa vez, entrevistei um cara que queria expressar o seu perfil híbrido e explicitou dizendo que tinha habilidade para fazer barba, cabelo e bigode. Deixe o bigode para a mesa do bar, feito de creme de espuma de chopp.

Não faça análise

A entrevista não é uma terapia. Muitos candidatos por considerarem que a situação pessoal pode interferir no processo expõem sua intimidade e suas necessidades financeiras ou conflitos pessoais. Está certo que grande parte dos times de RH contam com psicólogos, mas entrevista não é divã.

Não exponha rancores passados

Falar mal da empresa anterior é falta de ética. Existem maneiras para que as percepções sejam divulgadas e é possivel perceber a maturidade corporativa do candidato através desses posicionamentos.

Fique de olho no relógio

Chegar atrasado não é cuidadoso, mas estamos cientes de que imprevistos acontecem. É interessante sair mais cedo para que possa chegar no horário, mostrando interesse pela vaga. Porém, quando o atraso for inevitável, é importante ser proativo e avisar a empresa.

Foco na entrevista

Ao chegar à empresa, é aconselhável colocar o celular no modo vibracall e quando estiver sendo entrevistado não é elegante que as ligações sejam atendidas. Exceto em casos emergenciais, que devem ser posicionados de uma forma genérica ao recrutador. Além de ser uma questão de cuidado com quem está dedicando seu tempo a você, não é necessário que certos assuntos como o evento da noite anterior, falta de alimentos em casa e, principalmente, a respeito da oportunidade na qual está se candidatando sejam falados na frente do ouvinte.

Não fale de boca cheia

O ato de comer é exclusivo para momentos e ambientes em que as pessoas estão desenvolvendo a mesma atividade. Mastigar e responder não é a melhor das combinações! Além de deixar o recrutador com fome.

Mantenha a elegância

Nada de abraços apertados, olhares e galanteios sedutores. Pratique a etiqueta corporativa e seja simpático, mas lembre-se de que qualquer atitude que incomode ou invada a intimidade do outro, pode ser considerada falta de modos.

Veja-se na empresa

Conhecer a oportunidade para qual está se aplicando é fundamental. É interessante pesquisar sobre a empresa e entender qual o momento vigente da mesma. Para o marujo que não sabe para onde está remando, qualquer oportunidade e onda servem.

As empresas procuram por profissionais que saibam quais são as suas competências individuais e o que queiram agregar ao processo de desenvolvimento da organização. #ficaadica

Juliana Motta

Pós-graduada em Gestão de Pessoas pela FGV, tenho diversos cursos na área, mas confesso ser apaixonada pela arte da gestão. Colunista de canais online e proprietária de um blog, descobri na competência da escrita uma forma de compartilhar minhas percepções. Tricolor e apaixonada por praia, sou gestora de RH da PSafe Tecnologia com muito orgulho!