wifi público e seus perigos

Wifi público X segurança digital

Wifi público pode ser tentador e até prático, mas também conter perigos. Conheça as ameças desse tipo de conexão e aprenda a se proteger.

Quem resiste a um wifi grátis, não é mesmo? Por conta das redes de dados móveis das operadoras brasileiras serem motivos de dor de cabeça para muita gente, acessar a internet por um hotspot público é um sonho. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados em relação à segurança para não ter a privacidade comprometida ou, até mesmo, arquivos roubados.

Uma das principais preocupações que usuários de redes wifi gratuitas precisam ter é em relação à criptografia. Redes que não precisam de senhas para se conectar podem estar vulneráveis a ataques de hackers. É possível identificar uma série de informações importantes como o endereço MAC dos dispositivos e até mesmo as atividades, como o histórico de sites acessados.

Mesmo as redes que pedem senha ainda podem estar comprometidas. Roteadores mais antigos, que utilizam criptografia WEP ou mal configurados podem facilitar o acesso às informações sigilosas.

Um exemplo de wifi hacking são os ataques a roteadores mal configurados. Em aparelhos vulneráveis, o hacker pode alterar o servidor DNS e fazer com que alguns sites, como os de banco, sejam redirecionados a páginas falsas.

Por isso, é importante além de ter uma proteção extra no dispositivo, como o PSafe Total para Android, que evita que sites falsos sejam acessados e protege o aparelho contra malwares e spywares, seguir alguns procedimentos básicos ao acessar wi-fi gratuitos:

  • Evite entrar em redes com acesso liberado, que não precisem de senha para se conectar;
  • Evite entrar em redes que utilizam criptografia do tipo WEP, dando preferência às redes WPA ou WPA 2;
  • Não faça compras quando estiver conectado em wifi público;
  • Não acesse sites de bancos, faça transações ou digite informações bancárias enquanto estiver conectado em wifi público;
  • Dê preferência para acessos a sites HTTPS.