Falsas vagas de emprego voltam a surgir em 2019

Golpistas utilizam indevidamente nomes de marcas reconhecidas para oferecer falsas vagas de emprego e roubar dados de vítimas

Em 2018, o dfndr security detectou mais de 860 mil acessos e compartilhamentos de falsas vagas de emprego. Foram 35 golpes utilizando indevidamente o nome de marcas conhecidas no Brasil, como Correios, Chocolates Garoto e Coca-Cola, para enganar vítimas.

No início de 2019,os especialistas de segurança do dfndr lab – laboratório de segurança digital- descobriram novos links maliciosos utilizando essa estratégia. Dessa vez, os criminosos usaram indevidamente os nomes das marcas Cacau Show e Havan e, até o momento, foram mais de 49 mil detecções de acessos e compartilhamentos dessas páginas.

Leia mais: 64% dos usuários de Android já receberam conteúdo falso em correntes no WhatsApp

Como funcionam os golpes de falsas vagas de emprego?

Emilio Simoni, Diretor do dfndr lab, explica que as armadilhas têm sido espalhadas através de links maliciosos no WhatsApp. “Ao clicar, os usuários são levados a página falsa onde veem um falso cadastro para a vaga de emprego. Na intenção de se recolocar no mercado de trabalho, muitos acabam não checando a veracidade das fontes e completam o falso cadastro, informando dados pessoais aos criminosos”.

O golpe têm ganhado ainda mais proporção através dos compartilhamentos dos links maliciosos: “Sem saber do risco, muitos compartilham o link com amigos para prosseguir na candidatura à vaga. Outros compartilham mesmo sem precisar de emprego, na intenção de ajudar, e acabam se tornando vetores de disseminação dos golpes. Hackers se aproveitam cada vez mais da alta taxa de desemprego no país para chamar a atenção dos usuários de internet”, alerta Simoni.

Veja como são as páginas dos golpes identificados

Phishing utilizando indevidamente o nome da Cacau Show: 35.857 acessos e compartilhamentos

Phishing utilizando indevidamente o nome da Havan: 13.198 acessos e compartilhamentos

Como se proteger contra golpes promovendo falsas vagas?

O risco para aqueles que informam seus dados pessoais nos falsos sites de emprego vão desde prejuízo financeiro ao risco de expor suas informações a pessoas mal-intencionadas. Para ficar protegido contra este tipo de ciberataque, os especialistas em segurança do dfndr lab prepararam algumas dicas:
– Sempre desconfie de promessas de emprego, descontos e grandes promoções que são compartilhados dentro de mensageiros, como o WhatsApp e Messenger.
– Verifique as fontes das informações: na dúvida sobre se uma vaga é real, cheque através dos canais oficiais das marcas na internet;
– Tenha um antivírus que possua a função Bloqueio de Hackers: o dfndr security, antivírus gratuito para Android, oferece proteção em tempo real contra links maliciosos, notícias falsas e vírus enviados através do WhatsApp, Messenger, SMS e navegador. Toque no botão abaixo para instalar.

Leia também: Sites https são mesmo seguros?

PUBLICIDADE

Proteção em segundos. Instale o dfndr security.