Este celular possui função Antifurto: saiba como ativar

Função Antifurto impede que bandidos vejam seus apps, mensagens e fotos

Se você perder ou se alguém roubar o seu celular existe um jeito simples de evitar que outras pessoas ou o ladrão vejam suas fotos, mensagens, apps de banco e redes sociais. Comece ativando a função Antifurto neste celular, basta clicar no botão abaixo.

BOTAO_PT_-ativar-bloqueio-de-bandidos
Todos os dias, diversas pessoas perdem ou têm o celular roubado. Nos oito primeiros meses de 2016*, mais de 7 milhões de celulares foram roubados no Brasil. Com acesso livre ao celular, o bandido pode fingir ser você, roubar seus dados, fazer compras em seu nome, entrar nas suas conversas e fotos. No entanto, com a função Bloquear Dispositivo ativada você e todas as suas informações podem ficar mais seguros!

Em caso de roubo ou perda, saiba o que fazer:

Depois de ativar o Antifurto, você poderá acionar a função Bloquear Dispositivo sempre que quiser. Para isso, basta acessar https://meu.psafe.com/ e entrar com a conta Google que você usou pra ativar o Antifurto. Você pode usar o celular de um amigo ou um computador.

Quando você clica na função Bloquear Dispositivo, o Antifurto do dfndr security bloqueia a tela na mesma hora impedindo qualquer acesso. Se você acabar encontrando o aparelho e quiser desativar o bloqueio, basta colocar a sua senha especial do dfndr security que você confere fazendo o login no site meu.psafe.com com a conta Google cadastrada no seu Antifurto.

BOTAO_PT_-ativar-bloqueio-de-bandidos
Não se esqueça que, além de Bloquear intrusos, com o seu Antifurto você também pode:

  • Localizar seu celular no mapa
  • Tocar um alarme no seu aparelho
  • Apagar seus dados a distância

(!) Para sua segurança, recomendamos que procure as autoridades responsáveis e repasse as informações necessárias para que eles possam te ajudar a recuperar o aparelho sem colocar sua vida em risco.

* Dado do Cadastro de Estações Móveis Impedidas (CEMI), do Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTeleBrasil), referente a aparelhos móveis roubados, furtados ou extraviados no Brasil entre janeiro e agosto de 2016.