dicas melhorar sinal wifi

Nove dicas para melhorar o alcance do seu sinal wi-fi

Leia nesse post as nove dicas para aumentar o alcance do sinal do Wi-Fi da sua casa ou escritório.

Viver sem acesso à internet hoje é praticamente impossível. Os Computadores, notebooks, smartphones, tablets e até TVs necessitam estar conectados à rede para que tenham suas funcionalidades de forma integral. Se o usuário possui algum um sistema de automação em casa, vai precisar se conectar.

Entretanto, os pacotes de dados no Brasil são caros e a velocidade é limitada. Por isso, as pessoas procuram sempre uma conexão wi-fi para economizar. Para isso, é necessário garantir que o wi-fi alcance todos os locais da casa ou escritório. Selecionamos nove dicas para ampliar sua cobertura.

Escolha o melhor local para o roteador

O lugar onde o ponto de acesso será instalado influencia diretamente a cobertura do sinal. Em geral, o roteador é posicionado próximo ao modem de banda larga. No entanto, ele deve estar situado em local mais próximo do centro da casa. Colocar o ponto de acesso numa superfície descoberta e longe do chão também aumenta a cobertura. Quanto menos obstáculos, como paredes, divisórias e armários de metal, melhor será o sinal do wi-fi.

Atualize o firmware de seu roteador

Novas versões de firmware são lançadas periodicamente pelos fabricantes de roteadores. Isto os torna mais seguros e rápidos. Visite o site do fabricante com frequência para conferir se há uma nova versão.

Atualize o firmware do adaptador de rede

Da mesma forma que acontece com o firmware do roteador, os adaptadores de rede também pode ser atualizados. O procedimento é o mesmo, visitar o site da fabricante do computador ou do fabricante do componente para atualização.

Considere baixar um firmware alternativo

Roteadores geralmente suportam firmwares alternativos, que não são desenvolvidos pelo fabricante. O mais conhecido e eficaz é o DD-WRT. Não há garantias que o sinal ficará melhor, mas existem muitos relatos de que o alcance do roteador aumentou. É importante ressaltar também que, instalando um firmware alternativo, o usuário perderá o suporte técnico do fabricante. Porém, na maioria dos casos, é possível reinstalar o firmware original, sem problema. O uso do DD-WRT é mais aconselhável para quem possui um roteador velho.

Use canais menos lotados

Ao instalar um roteador, ele vai escolher um canal. Em geral, o canal que estiver mais livre. No entanto, nem sempre ele fará a melhor opção. Por isso, o próprio usuário pode verificar qual canal está menos ocupado. Existem diversas ferramentas para fazer isto, como inSSIDer ou Wi-Fi Channel Scanner. Ao acessá-los, observe qual o canal está mais vazio e opte por este.

Use um segundo ponto de acesso ou roteador

Quase todos os roteadores mais antigos podem ser configurados para funcionar como um ponto de acesso wireless. Dê uma olhada no manual do usuário ou faça login no seu firmware do roteador para descobrir como fazer isto. A melhor estratégia é conectar os dois aparelhos através de um cabo ethernet. Garanta que os dois dispositivos estejam com o mesmo endereçamento e o código de segurança (SSID). Modelos mais novos permitem que o segundo roteador seja configurado pelo painel de controle. Outra opção é adquirir um ponto de acesso alternativo, como Linksys Wireless-N Acess Point WAP610N.

Troque as antenas do roteador

A maioria dos roteadores mais modernos vem com antenas internas. Alguns modelos possuem antenas externas, outros permitem que o usuário faça um upgrade de antenas, comprando uma com maior ganho, que podem adicionar entre 2dB e 15dB.

Instale um repetidor ou extensor

Colocar um repetidor ou extensor sem fio pode ser uma boa solução. É mais barata do que comprar outro roteador. Este tipo de aparelho capta o sinal do seu ponto de acesso principal e retransmite para melhorar o alcance. Entretanto, ele pode ser um pouco difícil de configurar e causar alguma interferência no sinal.

Compre um novo roteador

Esta é a última opção e a mais radical e cara. Isso pode se tornar uma dor de cabeça porque será necessário alterar todas as informações de login de todos os usuários. É preciso assegurar que os micros estejam capazes de trabalhar com o padrão “n”. No caso de a rede ser composta por micros mais antigos, possivelmente, será necessária a troca dos adaptadores. O modelo mais moderno de roteador no mercado é o Linksys WRT1900AC, lançado este ano.