rp_infografico-eleicoesosJPG_2014-10-23.jpg

Eleições 2014: Android vence iOS no Brasil e no mundo

A PSafe Tecnologia imaginou como seriam as Eleições se a disputa fosse entre os sistemas operacionais móveis. Confira o resultado:

A PSafe Tecnologia imaginou como seriam as Eleições se a disputa fosse entre os sistemas operacionais móveis. Confira o resultado:

Se os sistemas operacionais de dispositivos móveis disputassem eleições, o Android, do Google, venceria com facilidade, no Brasil e no mundo. Ele até teria como concorrente em um eventual segundo turno o iOS, da Apple, mas ainda distante. Mesmo em terceiro lugar, o Windows Phone, da Microsoft, é um candidato nanico nessa disputa.

Vamos, então, dividir essa briga por chapas. O Android será representado pela cor verde, enquanto o iOS pelo cinza. O WP, por sua vez, será amarelo.

A disputa no Brasil

Na disputa aberta entre todos, o Android ficou em primeiro lugar disparado. O sistema do Google está em 91,6% dos smartphones vendidos no Brasil durante o primeiro semestre de 2014, segundo pesquisa da Nielsen Ibope, feita em parceria com a Mobile Marketing Association (MMA).

De acordo com o levantamento, os aparelhos com iOS, da Apple, representam 2% das vendas, seguidos por celulares com Windows Phone (1,8%) e Symbian (0,9%). Outros sistemas respondem por 3,7% do total.

Ou seja, os números claramente mostraram que não existe concorrente a altura do Android no Brasil. A preferência dos “eleitores” teve uma margem grande de diferença, com o Android vencendo já no primeiro turno. Mas, o que explicaria essa vantagem? A Nielsen Ibope explica que esse domínio se dá porque o sistema do Google está em várias marcas, com preços variados, ampliando o leque de opções dos consumidores.

Android também é o líder mundial

Quando ampliamos esse duelo para todo o mundo, o resultado não é muito diferente: domínio do Android, com iOS em segundo, porém distante. É o que garantem os dados do International Data Corporation (IDC). O robô ainda é líder, e segue crescendo em unidades distribuídas, com um aumento de 33,3% em relação a 2013, com uma cota global que passou de 79,6% no segundo trimestre de 2013, para 84,7% em 2014.

Já a Apple vendeu mais unidades que no mesmo período de 2013, mas viu sua cota reduzida de 12,7% em 2013, para 11,7% desse ano.

O Windows Phone, no terceiro lugar, registrou uma queda de 9,4% no número de dispositivos vendidos, reduzindo sua participação de 3,4% em 2013, para 2,5% em 2014. A BlackBerry distribuiu 78% a menos de dispositivos, caindo de 2,8% para 0,5%.

Números na América Latina

O Android tem ampla penetração na América Latina, onde também é líder. Segundo o estudo do Guia Local, realizado em pareceria com a eMarketer, o sistema do Google obteve 61,3% do mercado da região em 2013.

A plataforma é a mais usada nos seguintes países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

O iOS teve 28,1% da cota de mercado em 2013, segundo o estudo. Na Argentina, o iOS ficou 64,7 pontos percentuais atrás do Android. No Paraguai, o iOS representou 9,8% do mercado, mas com 74,5 pontos percentuais atrás do concorrente do Google. De acordo com a eMarketer, “políticas protecionistas e de uma economia profundamente em apuros” da Argentina fazem o sonho de ter um iPhone se tornar quase impossível.

O melhor desempenho do iOS foi no México, com 36,4%, superando por pouco o da República Dominicana, com36%. Em países como Colômbia, República Dominicana, El Salvador, Honduras, México e Nicarágua a disputa é menos desigual. No México e na Colômbia, o iOS esteve atrás do Android por 22,6% e 16,2%, respectivamente.

A briga na Europa

A liderança do Android na Europa também não está ameaçada. Mas o Windows Phone teve forte crescimento na região, impulsionado pelo lançamento dos aparelhos Lumia 630 e 930.

Veja como está a disputa no continente, de acordo com pesquisa feita pela Kantar, nos principais países europeus, além de Japão, Austrália, China e Estados Unidos:

A disputa no Rio, São Paulo e Belo Horizonte

Apesar de estudos não detalharem a venda por regiões e estados brasileiros, uma ferramenta muito útil, no site Map Box, mostra os usos do Android e do iOS por localidades, por meio de um mapa que registra publicações no Twitter. No Rio, por exemplo, é possível notar que o sistema da Apple (pontos vermelhos) tem maior concentração na área do litoral, ou seja, a região mais nobre da cidade. Já o Android (pontos verdes) está mais concentrado nos subúrbios.

No caso da Grande São Paulo é bem fácil perceber que nas regiões mais periféricas, a presença de aparelhos rodando Android é muito maior. Assim como em Belo Horizonte.

Rio:

São Paulo: 

Belo Horizonte:

BlackBerry aparece bem na Argentina e na Espanha

O mapa também possui curiosidades quando passeamos pelo mundo. A nação com maior presença de iPhones, por exemplo, são os Estados Unidos. Já na Espanha, se vê o fenômeno inverso. O mapa é quase todo tomado por Android ou BlackBerrys.

A América do Sul (exceto Brasil e Chile) tem a presença forte da BlackBerry, pelo menos nas mãos daqueles que estão tuitando. Buenos Aires, a capital da Argentina, é quase completamente ocupada pelos pontos que sinalizam o Blackberry (pontos roxos acima). As regiões mais afastadas do centro da cidade já mostram presença maior de Android.

Preferências no Facebook

E se a disputa fosse realizada por meio de curtidas no Facebook? Aqui também pouca coisa mudaria. A ferramenta Pollztat mostra o grande domínio do Android em relação ao iOS. Ao fazermos a busca sobre o sistema do Google, notamos a larga vantagem: somente a página oficial do software no Facebook tinha, até o fechamento desta matéria, 1,6 milhão de curtidas.

Quando a busca é destinada ao sistema da Apple, a proporção não muda tanto ao que é analisado nas pesquisas de vendas. A página oficial do iOS 8 tinha 101 mil likes. O número se explica, talvez, pelo fato de não existir uma página geral para o iOS, e sim dedicadas a cada versão do sistema.

Neste caso, quem sai campeão é o Windows Phone, já que sua página na rede social possuía 4,8 milhões de curtidas. Curioso, né? E sobre você, qual sistema operacional merece o seu voto de confiança?