rp_guilherme-telles-executivo-UBER-brasil_2015-01-08-12-33-15.jpg

Entrevista exclusiva com Guilherme Telles, executivo do UBER no Brasil, para o Blog da PSafe

Guilherme Telles, executivo do UBER no Brasil, conta para o Blog de PSafe os planos e estratégias que tem o aplicativo para o mercado brasileiro.

Por que a UBER trouxe para o Brasil os seus serviços?

A Uber foi criada em São Francisco em 2009 com o objetivo de oferecer mais opções de locomoção às pessoas. Assim como nas mais de 250 cidades de 51 países onde já atuamos, a Uber está no Brasil para oferecer viagens seguras, confortáveis e cômodas aos seus usuários. Nosso objetivo é transformar a maneira como as pessoas se movimentam, onde quer que elas estejam – e isso inclui o Brasil, claro. A Uber aspira estar em todas as cidades do mundo e estamos muito animados com o mercado brasileiro. Atualmente está disponível no Brasil o serviço UberBLACK, serviço de carro executivo sob demanda. O conceito que rege a Uber é melhorar as cidades com simplicidade: através de nosso aplicativo em seu smartphone, o usuário consegue chamar um motorista particular que irá oferecer transporte de qualidade e seguro, com preços acessíveis.

Quando começou a operar e onde ocorreu a primeira corrida?

Começamos nossas operações no Brasil em maio deste ano, no Rio de Janeiro. Chegamos em São Paulo em junho, justamente para o começo da Copa do Mundo. Atualmente estamos também em Belo Horizonte e Brasília.

Nosso passageiro número 1 no Brasil, no Rio de Janeiro, foi Pedro Salomão. Em São Paulo, a primeira passageira foi ninguém menos do que a top model e eterna angel Alessandra Ambrósio. Em BH, a estilista e blogueira Raquel Mattar deu o pontapé inicial. E em Brasília, a blogueira de moda Denise Gebrim.

Atualmente, quantas pessoas trabalham na UBER BR?

A equipe da Uber no Brasil tem crescido junto com a nossa presença no país e nas cidades em que atuamos. E estamos contratando.

Quantas pessoas utilizam a UBER no Brasil?

Milhares de pessoas já utilizam a Uber no Rio, em São Paulo, BH e Brasília. A cada dia, mais pessoas baixam o aplicativo para se locomover por essas cidades com segurança, conforto e estilo.

Quantos motoristas estão cadastrados e qual a expectativa de crescimento desta base?

Nossa base de motoristas parceiros cresce a cada dia em todas as cidades onde atuamos.

Vale lembrar que a Uber não emprega motoristas e não possui nenhum carro. Somos parceiros de motoristas profissionais e os conectamos aos passageiros por meio do nosso aplicativo.

Qual a estratégia para o mercado brasileiro e a importância do País no médio e longo prazos para os resultados da empresa? Qual a participação brasileira nos resultados da empresa hoje? / A UBER tem planos de expansão para chegar a outras cidades do Brasil em breve? Quais municípios atende hoje e por que? Conte-nos os planos de cobertura nacional.

As perspectivas para o Brasil são muito boas. O país cresce constantemente e queremos crescer junto com ele. A demanda cresce a cada dia e queremos atender a essa demanda oferecendo uma alternativa de transporte para o maior número possível de brasileiros em todos os lugares onde houver demanda. Atualmente estamos focados no serviço UberBLACK. Ao conectar usuários a um transporte seguro e confiável, com um sistema absolutamente transparente, a Uber espera transformar a maneira como os brasileiros se relacionam com as cidades.

Hoje atendemos as principais capitais do país: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília.

As diferenças culturais do Brasil exigiram mudanças no aplicativo e no contrato dos motoristas?

Assim como em outras cidades do mundo, os motoristas valorizam a flexibilidade oferecida pela plataforma e utilizam o serviço da Uber para empreender e ganhar mais dinheiro, seja como ocupação principal ou em seu tempo livre. Como eu disse, a Uber não emprega motoristas e não possui nenhum carro. Os motoristas parceiros são profissionais independentes e eles definem as suas escalas de trabalho, dependendo do que for mais conveniente para cada um.

Em relação aos passageiros, os brasileiros estão entre os mais conectados do mundo e, por isso mesmo, valorizam a inovação e a facilidades oferecidas pelo nosso aplicativo.

Todos os carros da frota seguem um padrão com relação ao modelo e cor. Vocês enfrentam dificuldades para encontrar motoristas por conta disso?

No UberBLACK, os carros precisam ser no mínimo do ano de 2010 ou mais novos e do tipo executivo, incluindo Ford Fusion, Hyundai Azera e Toyota Corolla. Damos preferência à cor preta, mas quando chegamos às cidades nem sempre temos uma grande oferta de veículos pretos. Por isso, trabalhamos também com carros de outras cores. Mas não abrimos mão dos outros fatores como o ano mínimo do carro, o seguro para passageiros e questões de segurança como a checagem de antecedentes criminais.

O Brasil é considerado um país violento. Como a UBER faz para garantir a segurança do passageiro?  Vocês já enfrentaram algum problema com relação a segurança no país? Quais são as exigências para que um motorista se cadastre na plataforma? 

A segurança é a prioridade número 1 da Uber, no Brasil. Os motoristas parceiros passam por um processo rigoroso de checagem de documentos e de antecedentes criminais. Desenvolvemos um método em duas etapas que inclui checagem de antecedentes criminais nos níveis estadual e federal. Nosso protocolo de segurança inclui também checagens contínuas das informações e condições dos veículos. Todos os nossos motoristas parceiros também precisam ter um seguro que inclua os passageiros, além de autorização para usar o veículo para fins comerciais.

Para os passageiros, o fato de não precisarem carregar dinheiro ao usar a Uber também é uma questão de segurança importante.  Os brasileiros têm particularmente aprovado e elogiado muito essa experiência como um serviço seguro e confiável.

Além disso, passageiros e motoristas parceiros avaliam uns aos outros e podem comentar sobre sua experiência com o serviço no final de cada viagem. Revisamos regularmente esse feedback e, por meio deste processo, somos capazes de criar e manter um ambiente seguro para ambos. Somente motoristas que mantêm notas altas permanecem na plataforma.

Quais diferenciais a UBER oferece para conquistar o público que já utiliza apps para chamada de táxis?

A Uber não é um aplicativo de táxi. Nós conectamos usuários e motoristas parceiros por meio de nosso aplicativo. Atualmente oferecemos o serviço de carros executivos, UberBLACK, no Brasil.

Com o UberBLACK, oferecemos uma alternativa confortável, estilosa, segura e cômoda de transporte. Acreditamos que, para encarar o desafio da mobilidade nas grandes cidades, é preciso oferecer uma gama cada vez mais ampla de opções de transporte às pessoas. Assim, elas podem escolher a alternativa mais adequada para cada momento de suas vidas. Dependendo da situação, a melhor alternativa será o ônibus, a bicicleta, o skate, o táxi, a Uber ou até mesmo caminhar!

Semana passada a Uber anunciou uma parceria com o Spotify. Qual é a estratégia com essa integração? As empresas acreditam que a integração pode aumentar a base de usuários de ambas?

A parceria com o Spotify é mais um passo para tornar a viagem dos usuários com o Uber ainda mais incrível. Assim que a integração for lançada no Brasil será possível controlar remotamente a música tocada nos auto-falantes de seu Uber, por meio do aplicativo spotify de seu telefone, sem a necessidade de cabos.

O que uma pessoa que nunca usou a UBER não pode deixar de saber ao pedir sua primeira viagem?

É muito fácil chamar um Uber! Basta baixar o aplicativo e se cadastrar. Como o pagamento é automatizado, é preciso cadastrar um cartão de crédito, no qual serão cobradas todas as viagens. Isso significa que o usuário nunca precisará tratar de pagamento com motorista, o que garante segurança e comodidade. Ao abrir o aplicativo, o sistema identificará o carro mais próximo do usuário, informando o tempo estimado de chegada até o local onde a pessoa está. O aplicativo informa ainda o valor estimado da tarifa até o local de destino. Ao final de cada viagem, o usuário recebe um comprovante com o valor detalhado da tarifa e o roteiro da viagem. Os carros são confortáveis, com bancos de couro e ar condicionado. Os motoristas, profissionalmente vestidos, são orientados a abrir a porta para o passageiro e podem oferecer água, balas e até wi-fi no carro. A música, você escolhe. Se não quiser música nenhuma, a escolha é sua! A experiência UberBLACK foi pensada para ser a mais confortável possível.

Pesquisando sobre o app, li o post de um blogueiro com suas primeiras impressões. Ele aproveitou para conversar com um motorista que afirmou: “a maior parte dos clientes são gringos que já conhecem o aplicativo em outros países”. A impressão do motorista é uma realidade? Hoje, a maior parte dos usuários no Brasil são turistas?

Os usuários da Uber sabem que vão encontrar o mesmo nível de serviço em qualquer lugar do mundo. Nossos padrões de segurança, conforto e comodidade são elevados em todas as cidades onde atuamos. Por isso, é natural que haja muitos usuários estrangeiros no Brasil. Assim como muitos brasileiros já estão usando a Uber também em suas viagens ao exterior pelo mesmo motivo. Mas os estrangeiros são apenas uma parte dos nossos usuários, já que nossa demanda no Brasil está crescendo em um ritmo muito forte.

Vocês acreditam que a receptividade da UBER no Brasil foi boa? Como a empresa lida com as críticas e os protesto dos taxistas?

Estamos sendo recebidos de braços abertos pelos milhares de usuários e motoristas que temos no Brasil. Os consumidores têm escolha ao baixar o aplicativo da Uber e fazer várias viagens conosco. O modelo da Uber, por ser novo e disruptivo, precisa de uma regulamentação específica que contemple o modo como todas as empresas de economia compartilhada operam. É por isso que mantemos conversas com todas as esferas do poder público para explicar nosso modelo de negócio e contribuir para a criação de um ambiente legal no Brasil que fomente a cultura da inovação. A Uber, a cada mês, cria cerca de 50 mil oportunidades de empreendedorismo no mundo, e esperamos chegar em até a 1 milhão de oportunidades criadas, em 2015.

Qual o maior desafio para consolidar o serviço por aqui e como a equipe da UBER BR trabalha para conseguir este resultado?

O serviço se consolida à medida que a demanda pelos serviços da Uber aumenta em todo o Brasil. Nossos desafios são os mesmos em todos os países em que atuamos: oferecer um serviço seguro, de qualidade e que atenda a uma necessidade dos consumidores, melhorando a vida nas cidades com simplicidade. É fácil de entender – com a Uber, os motorista ficam satisfeitos por ter uma plataforma flexível de trabalho; os usuários ficam felizes por terem acesso a um serviço fantástico (a média das notas dadas pelos passageiros no Brasil é mais alta do que a mundial). Estes dois fatores fazem a empresa seguir seu rítmo intenso de crescimento.