rp_delete-snapchat-aplicativo_2014-05-09.jpg

Governo americano acusa Snapchat de mentir a respeito do desaparecimento das imagens

Governo dos EUA acusa o Snapchat de ineficiência para proteger a privacidade dos seus usuários.

O Snapchat é um aplicativo de mensagens instantâneas que atraiu milhares de jovens e adolescentes no mundo inteiro, ele permite enviar fotos e vídeos para um contato e determinar o período de tempo em que o amigo pode visualizar, uma vez aberta, a mensagem desaparece. Mas segundo o governo americano, a promessa de privacidade do app não é real.

A FTC (Comissão Federal de Comércio, o órgão de defesa do consumidor nos EUA) alegou que o “Snapchat ilude os consumidores com promessas de que as mensagens enviadas por meio do serviço desapareciam de forma instantânea”, já que as mensagens ficam armazenadas em um servidor meses após o envio. Segundo o órgão, a empresa não toma as medidas necessárias para proteger as informações pessoais – e provavelmente – as imagens íntimas de seus usuários.

Em 2012, o aplicativo sofreu um ataque que foi capaz de expor cerca de 5 milhões de nomes e números de telefone. “Se uma empresa comercializa a privacidade e a segurança como principais pontos de venda em seus serviços para os consumidores, é fundamental manter essas promessas. Qualquer empresa que faz declarações falsas aos consumidores sobre suas práticas de privacidade e segurança não respeita a legislação do FTC.”

Após a série de denúncias o Snapchat aceitou um acordo onde aceita que suas práticas de privacidade sejam alvo de auditoria durante 20 anos, o mesmo já é feito com o Facebook e o Google. Em declaração oficial o Snapchat afirma que “cometeu erros durante seu rápido crescimento, deixando de lado algumas questões primordiais para proteção do usuário”.

Toda essa polêmica surge após a startup anunciar uma nova versão com chat dentro do app e o aumento de 400 milhões, para 700 milhões no número de mensagens enviadas por dia na aplicação. 

Falsa sensação de segurança

O Snapchat é muito conhecido como um app que estimula a prática conhecida como “sexting” (que é a divulgação de conteúdos eróticos e sensuais através do celular) de forma mais segura.

Como a maioria dos aplicativos para troca de mensagens, o Snapchat possui hacks que são capazes de salvar as imagens compartilhadas sem que o usuário saiba. Esses apps salvam a fotografia ou vídeos na galeria do celular, permitindo o compartilhamento da mídia em outros locais.

Atenção nesses casos é sempre fundamental, além de confiar na pessoa em que você está compartilhando o conteúdo. A privacidade é um direito de todos, não ponha em risco a sua.