rp_virus-silverlight_2014-05-23.jpg

O Silverlight é alvo de hackers para espalhar vírus pela web

Muitos hackers sabem as vulnerabilidades dos sites na internet e o Silverlight é o alvo mais recente, veja como se proteger.

É cada vez mais frequente o número de infecções que utilizam vulnerabilidades do Silverlight, um plug-in da Microsoft para reprodução de mídia, cada vez mais comum e utilizado por empresas como Netflix. 

Nos últimos anos, os hackers visaram plug-ins como Adobe Flash Player e Java, muito utilizados em vídeos e sistemas de bancos. Por conta dos inúmeros ataques, muitas plataformas iniciaram a migração para a aplicação da Microsoft, só que com a popularidade do mesmo, o número de ameaças está aumentando a cada semana.

A última onda de ataques envolvendo o Silverlight  atingiu uma grande rede de publicidade, infectando banners em portais, sites de vídeos e blogs. Ao clicar no anúncio, o usuário era redirecionado para uma página responsável por fazer a instalação de um malware.

Um relatório divulgado na última segunda-feira por uma comissão do Senado dos EUA alertou para as crescentes ameaças de privacidade e segurança decorrentes da utilização abusiva de publicidade online e malvertising. O relatório cita estima que "malvertising aumentou mais de 200% em 2013 para mais de 209 mil incidentes, gerando mais de 12,4 bilhões de impressões de anúncios maliciosos."

Recentemente, alertamos sobre uma série de ataques efetuados por hackers que utilizavam links patrocinados do Google para espalhar vírus. Uma situação que exige cada vez mais o cuidado dos usuários:

– Mantenha seu sistema operacional sempre atualizado;

Tenha o Psafe Total instalado na sua máquina e deixe a Defesa proativa ligada;

– Faça download de aplicativos somente em sites confiáveis;

– Use um navegador seguro para aumentar a proteção;

– Mantenha o Silverlight sempre atualizado;