rp_linked-in-1_2014-08-22.jpg

LinkedIn compara perfis e traça caminhos profissionais para usuários

O Linkedin é a maior rede social onde profissionais e empresas têm a chance de entrar em contato. Aprenda a usá-lo para conseguir seu próximo trabalho

O LinkedIn lançou uma nova ferramenta para auxiliar os usuários no planejamento de suas carreiras. O ‘Professionals like you’ realiza uma comparação entre a história profissional do usuário com a de outro com perfil semelhante. O lançamento chega para acrescentar a ferramenta comparativa, o ‘How you rank’. A ferramenta premium custa a profissionais menos de US$ 10, informou a rede social.

O ‘Professionals like you’ é um recurso que faz uma análise do perfil do usuário e o compara com outros. Em seguida, a ferramenta desenvolve uma lista com 100 perfis de profissionais com empregos e habilidades comuns. Entre outras coisas, a ideia é que sejam oferecidos ao usuário vários caminhos que a carreira dele pode percorrer, em uma espécie de previsão para a vida profissional para os próximos cinco, 10 ou 20 anos.

Para ter acesso ao recurso, é preciso ter uma conta LinkedIn premium e obter o plano básico de US$ 10 por mês. Em seguida, basta clicar no item ‘Profile’ na barra superior do menu e em seguida selecionar ‘How you rank for profile views’ e escolher ‘Professionals like you’. A partir daí, o usuário pode percorrer através dos 100 nomes que a ferramenta vai elaborar e observar todas as similaridades e diferenças entre os perfis dos outros profissionais.

A ferramenta pode ser ainda mais interessante para jovens profissionais, uma vez que eles podem analisar a trajetória de pessoas mais experientes e vislumbrar caminhos e oportunidades que podem surgir, ajudando, assim, no planejamento de carreira do usuário. Outra utilidade da ferramenta é que o profissional pode descobrir eventuais lacunas ao comparar seu CV com outros perfis. Além disso, o usuário tem a opção de aumentar a rede de contatos.

A criação do ‘Professionals like you’ remonta ao ano de 2011, quando a rede social começou a desenvolver uma ferramenta destinada a recrutadores. O ‘Similar profiles’ selecionava profissionais com habilidades semelhantes e que se encaixam no perfil que está sendo buscado. A partir disto, o LinkedIn percebeu que a ferramenta poderia ser do interesse dos usuários e os engenheiros da rede social começaram a trabalhar no algoritmo.

“‘Similar profiles’ surgiu como a primeira tentativa de usar este conjunto de dados de uma forma significativa em um contexto de recrutamento. ‘Professionals like you’ é apenas um ajuste no algoritmo de ‘Similar profiles’ e o faz funcionar para os usuários”, explicou o diretor de Engenharia do LinkedIn, Anmon Bhasin, em entrevista. Entretanto, cuidados mais simples podem ser adotados para turbinar o perfil no LinkedIn:

Como melhorar sua visibilidade no LinkedIn gratuitamente

  1. Adicione uma imagem profissional: Inserir uma foto pode aumentar em mais de cinco vezes a chance de o perfil ser visitado. É importante que a foto seja mais formal e de preferência do tronco para cima.
  2. Crie um título: Um texto informativo e criativo mostrará para o visitante quem é o usuário, onde trabalha e qual cargo ocupa.
  3. Altere sua URL: Isso torna seu perfil ainda mais pessoal e aumentará as chances de aparecer em buscas na internet.
  4. Faça um resumo profissional: Escreva um texto em primeira pessoa, contando suas principais experiências profissionais, conquistas e interesses.
  5. Se conecte a pessoas estratégicas: Manter uma boa rede de contatos é fundamental para aumentar a chance de aparecer nas buscas feitas por gestores. É importante manter contato com ex-colegas de trabalho e atuais e de ex-companheiros de faculdade. Não adicione pessoas desconhecidas.
  6. Seja ativo: É preciso manter seu perfil engajado. A rede social não é apenas um depósito de currículos. É preciso compartilhar e comentar conteúdos relevantes. Isto pode chamar a atenção dos recrutadores para o perfil.
  7. Seja um profissional recomendado: Peça para ex-colegas e chefes recomendarem seu trabalho no LinkedIn. Isto pode ser uma referência para o recrutador acerca de suas experiências e pontos fortes.