Nos EUA, andar distraído com celular na rua pode dar cadeia

Projeto de lei pretende multar e prender por até 15 dias infratores que causarem acidentes na rua

Já pensou se todas aquelas pessoas que andam distraídas na rua, lendo e enviando mensagens o tempo todo pelo telefone, fossem para a cadeia por conta da distração? Pois é mais ou menos essa a discussão que está rolado no estado norte-americano de New Jersey, depois que a deputada Pamela Lampitt criou um projeto de lei que pretende penalizar os desatentos causadores de acidentes nas ruas do estado.

Leia mais: Não tira o olho do celular? Esse vício tem nome: nomofobia

Se a lei passar, os infratores estarão sujeitos a uma multa de 50 dólares e a uma pena de até 15 dias na cadeia. Segundo a deputada, os acidentes envolvendo pessoas distraídas por conta do uso do celular aumentaram tanto que se tornaram uma ameaça à segurança de pedestres e motoristas. Daí a ideia de educar a população através de uma lei rigorosa, já que ninguém consegue desgrudar da telinha do telefone.

É bom ficar de olho (na rua!)

Estudo recente da Academia Americana de Cirurgiões Ortopédicos (AAOS, na sigla em inglês) mostra que 74% das pessoas afirmam que percebem a desatenção das pessoas usando o celular enquanto andam, mas apenas 29% admitem cometer esse erro. Segundo Alan Hilibrand, porta-voz da academia, a distração se tornou uma coisa tão séria que os acidentes acontecem em quantidade cada vez maior, indo dede arranhões a ferimentos e fraturas graves.

Para evitar problemas, procure ouvir música num volume que ainda permita escutar o que se passa no ambiente ao seu redor. Além disso, evite usar o celular subindo ou descendo escadas ou quando estiver prestes a atravessar uma rua são algumas delas. Parece óbvio, mas vamos admitir: a gente anda precisando mesmo desses lembretes, né?

A propósito, ainda não há previsão para a votação da lei. E aí, será que cola?