rp_clicar-anuncio_2014-09-01.jpg

Por que usuários não clicam em anúncios em smartphones e tablets?

Veja como se comporta o consumidor frente a anúncios mobile

Anúncios estão inundando as telas de dispositivos móveis. Entretanto, poucos usuários de fato clicam nestes anúncios. Pesquisa da consultoria Nielsen, encomendada pelas empresas xAd e a Telmetrics, realizada em quatro países e divulgada em março, revelou que 70% dos usuários de smartphones, tablets ou ambos visualizaram anúncios mobile naquele mês. Porém, a exibição não garante a interação entre o usuário e o anúncio. Outra pesquisa, realizada pela Survey Sampling International (SSI), mostrou que a maioria dos usuários simplesmente não clicou em qualquer publicidade que foi exibida na tela do seu dispositivo.

Por nacionalidade, os usuários que menos clicam em anúncios mobile são os alemães. Apenas 15% deles acessaram alguma publicidade nos últimos três meses. No entanto, outro fato curioso foi revelado pelo levantamento. Embora os usuários de dispositivos móveis gastem muito mais tempo usando aplicativos, eles se mostraram mais propensos a clicar em anúncios de sites mobiles do que na publicidade exposta em aplicativos. Nos Estados Unidos, por exemplo, 35% clicaram neste tipo de anúncio. Mas apenas 26% deles acessaram publicidade em smartphone ou tablet.

Mas afinal quais os motivos de os usuários não clicarem em muitos anúncios exibidos em dispositivos móveis? Segundo o estudo, a causa é simples. Eles não se sentem atraídos pela publicidade que é mostrada. Quase metade dos entrevistados (47% em smartphones e 43% em tablets) argumentou que o anúncio exibido não os interessava. Uma boa porcentagem (38% e 34%) respondeu que o conteúdo não era relevante. Outros 20% e 21% nem mesmo olharam para o anúncio. O resultado sugere que os anunciantes precisam se esforçar em promover uma segmentação maior para suas publicidades.