rp_Select-your-Android-security-app-carefully1.jpg

Propagandas respondem por 20% dos vírus em smartphones

A atenção do internauta deve ser redobrada ao trafegar por páginas web. A pornografia não representa mais a principal fonte de ameaça por vírus para smartphones e tablets. […]

A atenção do internauta deve ser redobrada ao trafegar por páginas web. A pornografia não representa mais a principal fonte de ameaça por vírus para smartphones e tablets. Agora são as propagandas que assumem o papel de vilã da saúde de dispositivos móveis, principalmente enviadas por e-mail, que direcionam o usuário a outros endereços ou a abrir um arquivo PDF, e, também, por meio de janelas que se abrem durante a navegação, as pop-ups.

Apesar de 12% dos anúncios representarem ameaças, as propagandas respondem por 20% dos ataques por vírus a smartphones. O segundo lugar é ocupado por sites de pornografia, responsáveis por 16% das contaminações, segundo estudo divulgado pela Cisco/Blue Coat, que também constatou que a maior parte do malware criado para atacar smartphones é voltada a celulares Android. Quando a ameaça não está vinculada a um dispositivo específico, 70% dos casos afetam smartphones Android e 14%, IOS.

Apesar de os ataques a celulares serem bem menos comuns que a desktops, a instalação de antivírus é uma realidade que não pode ser mais negligenciada a computadores e laptops, são, desde já, ferramenta indispensável à proteção de celulares e tablets. Para a segurança digital do seu PC ou Android, conte com o PSafe Suite e PSafe Suite Android.