rp_furto-celular_2014-04-28.jpg

Proteja seu celular: 8 dicas para evitar invasões

A evolução tecnológica tornou o telefone celular cada vez mais importante no dia a dia, mas como qualquer tecnologia emergente, os smartphones apresentam uma infinidade de riscos para […]

A evolução tecnológica tornou o telefone celular cada vez mais importante no dia a dia, mas como qualquer tecnologia emergente, os smartphones apresentam uma infinidade de riscos para segurança do usuário. Para impedir que o seu telefone seja invadido, é aconselhável seguir as oito dicas de prevenção abaixo:

Bloqueie o seu telefone

Leve em conta um aplicativo como o Psafe Total para Android, capaz de bloquear seu celular quando ele estiver inativo por um período prolongado. Outra atitude a se levar em conta é o recurso de autodestruição, onde a sua informação pessoal é excluída e enviada para você via e-mail depois de certo número de tentativas de desbloqueio sem sucesso.

Faça backup dos seus dados

No caso do seu telefone ser roubado ou invadido, você pode evitar muito do estresse fazendo um backup dos dados previamente. O backup é muito importante

Faça as atualizações

Atualizar o telefone é um incômodo ainda maior do que atualizar seu computador, especialmente se é a sua única forma de receber chamadas. Ainda assim, você deve prestar atenção às atualizações e instalá-las. Se as atualizações forem um inconveniente, instale-as à noite ou quando estiver recarregando o smartphone. Elas podem ser a diferença ter o telefone invadido ou não.

Evite aplicativos não oficiais

Se você estiver usando um iPhone, fique com a Apple Store. Se você estiver usando um Android, fique com o Google Play Store. São plataformas respeitadas que não representam nenhum risco. Aplicativos não controlados podem fornecer um meio para os hackers explorarem o seu dispositivo móvel, portanto evite-os a todo custo.

Não faça "jailbreak" do seu telefone

Muitos heavy users optam por fazer um "jailbreak" no seu telefone, que é basicamente invadí-lo para modificar seu código padrão. Se você for um profissional e necessita desse ponto de vista técnico, opte por usar um segundo celular só pra isso. Invadir o seu próprio telefone pode resultar em falhas graves de segurança das quais outros hackers podem se aproveitar.

Saia de sites ou aplicativos que usem dados confidenciais

Ao usar seu internet banking ou navegar em um site de compras, é importante fechar essas janelas imediatamente depois de usá-las. No caso de alguém roubar o seu telefone, o aplicativo ou navegador fechado irá reduzir as chances deles terem acesso aos seus dados confidenciais.

Implemente um pacote de segurança móvel

Um pacote de segurança móvel oferece uma solução "tudo em um" que irá fornecer uma variedade de defesas contra invasões do seu telefone. Um exemplo ideal é o PSafe Total para Android. Além de contar com opções antifurto, que inclui bloqueio remoto do telefone, o app conta com um protetor antiphishing, gerenciador de aplicativos, antispam, backup de contatos, gerenciador de bateria e monitoramento de dados.

Desligue o Wi-Fi, serviços de localização e Bluetooth quando não estiver em uso

Desligar o Wi-Fi, serviços de localização e Bluetooth quando não estiverem em uso pode aumentar o nível de segurança do seu telefone, impedindo que hackers remotos entrem no seu dispositivo móvel usando somente o wi-fi ou o Bluetooth, o que é totalmente possível. A desativação deles também irá ajudar a aumentar a duração da bateria.

Os dispositivos móveis da maioria das pessoas armazenam dados confidenciais e servem como uma ferramenta diária essencial. Por isso, siga essas oito dicas acima e aumente a sua segurança.