A cada hora mais de 60 celulares são roubados no Brasil

O estudo levou em conta dados sobre as principais capitais do país e mostrou que o número é bem alto. Veja as opções do mercado para casos de roubo e furto.

Uma pesquisa da companhia Bem Mais Seguro mostrou que nas principais capitais brasileiras, 63 celulares são roubados por hora. E isso porque o estudo só levou em conta as ocorrências em Belo Horizonte, São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

As informações têm como referência o primeiro semestre de 2015 e o Rio de Janeiro está em primeiro lugar com 27 aparelhos furtados por hora. São Paulo não fica muito atrás, com 26. Já Belo Horizonte e Porto Alegre têm 6 e 4, respectivamente.

Se pensarmos na quantidade de pessoas que são roubadas e não prestam queixa esse número será ainda maior. Os dados divulgados no site colaborativo “Onde Fui Roubado” mostram que apenas 56% das vítimas fazem boletim de ocorrência.

Os valores médios do prejuízo com os assaltos acompanha a ordem de cidades com mais roubos. O Rio de Janeiro tem o mais alto, com R$ 1.673 perdidos com furto de celular. Em seguida vêm São Paulo com R$ 1.157, Belo Horizonte com R$ 879 e Porto Alegre com R$ 825.

O relatório considerou dados das Secretarias de Segurança Pública dos estados, registros do site “Onde Fui Roubado”, dados do IBGE e estatísticas da própria companhia.

Soluções

Existem no mercado alguns serviços voltados para roubo e furto de aparelho celular. Alguns aplicativos podem rastrear, bloquear e até apagar seus dados remotamente. Se você quiser, também pode unir isso ao seguro de aparelho. Assim você será indenizado ou receberá um novo, dependendo do seu contrato.