malware

Em 2014, um em cada seis apps era um malware

Relatório mostra como seu aparelho pode ficar vulnerável com apps mal intencionados, o que enfatiza a necessidade de ter um bom antivírus instalado.

Frequentemente são expostos estudos sobre a segurança no Android e um dos últimos trouxe um relatório chamado Internet Security Threat Report Vol. 20. Nele constam dados sobre o nível de proteção nos dispositivos eletrônicos.

Em relação ao Android, a situação é preocupante. Cerca de 17% dos apps cadastrados em 2014 eram na verdade malwares disfarçados. Foram analisados 6,3 milhões de apps. Tendo esse número em mente podemos dizer que cerca de um em cada seis apps tinham intenções criminosas.

Só no ano passado foram desenvolvidos mais de 317 milhões de novos malwares. O objetivo principal é o roubo de informações pessoais e bancárias. Além da Índia ser, atualmente, o maior alvo de ataques cibernéticos, 60% desses tipos de crime visa pequenas e médias empresas. Já em relação a loja do Google, houve um aumento de 26% na quantidade de apps mal intencionados esperando para serem baixados, são os chamados ataques direcionados.

Outro número alarmante se refere aos Greywares. Não são exatamente maliciosos, mas conseguem verificar suas atividades no aparelho e até comprometer o desempenho do dispositivo. De acordo com o relatório, 36% do total de ferramentas e jogos disponíveis para Android são Greywares.

Para não ter problemas com esses números o aconselhável é sempre manter um antivírus atualizado e de confiança instalado no seu Android. Hoje, o app mais baixado na Play Store é o PSafe Total. Escolher bem o app que você vai baixar para o seu dispositivo também é válido. Dessa forma você fica seguro e tranquilo.