rp_xiaomi-startup_2015-02-12-12-30-51.jpg

Xiaomi é a startup mais valiosa do mundo

Acusada de copiar suas rivais e apelidada de “Apple chinesa”, a empresa Xiaomi conseguiu se tornar a startup de tecnologia com maior valor de mercado.

As startups terão um papel fundamental em 2015, na busca pelo avanço da tecnologia de ponta e nas inovações de iniciativas de lazer, serviço e segurança. As mais valiosas do mundo têm cumprindo esse papel, mesmo que diante de polêmicas e problemas de aceitação em certos países.

Veja também: Biblioteca tech, 10 livros para quem quer abrir uma startup.

Acusada por muitos de apenas copiar suas rivais e apelidada de “Apple chinesa”, a empresa Xiaomi conseguiu se tornar a startup de tecnologia com maior valor de mercado no mundo. A fabricante recebeu um novo investimento de cerca de US$ 1,1 bilhão, que fez com que conseguisse alcançar o valor de mercado de aproximadamente US$ 46 bilhões.

Com esse feito, a Xiaomi conseguiu passar o Uber (US$ 41,2 bilhões), serviço de caronas pagas que ganhou o prêmio de melhor startup no Crunchies Award 2015, e que está proibido em diversos países.

As 14 startups mais valiosas do mundo:

Já no terceiro lugar está a Palantir, empresa que oferece o serviço de análise de informações e dados com foco em segurança. Com um valor aproximado de US$ 15 bilhões, possui entre seus principais clientes agências do governo dos Estados Unidos, como o FBI e a CIA.

Apesar da presença de diversos grupos asiáticos, os Estados Unidos ainda dominam a lista, que conta Pinterest, Spotify, Snapchat e Evernote.

Confira a lista completa