wi-fi-riscos-3

Os 3 maiores riscos para quem utiliza wi-fi público

Veja quais são os 3 maiores riscos para quem acessa wi-fi público sem proteção

Não existe exceção, quem tem smartphone é louco por wi-fi público. Quem é que não chega a um restaurante, café, clube ou qualquer estabelecimento comercial e não pergunta pela senha do wi-fi? E quem anda pelas principais cidades do mundo também já sabe que muitas delas têm avenidas, praças, praias e outros logradouros públicos com rede wi-fi liberada. Mas a ansiedade por conexão pode abrir brechas para ataques digitais ao seu dispositivo eletrônico. Por isso é importante saber: quais são os principais riscos de utilizar redes wi-fi grátis?

  1. Spyware registrar acessos de contas online, senhas e outras informações pessoais, mesmo remotamente.
  2. Fotos, documentos e outros dados privados podem ser roubados do seu device, expondo sua privacidade.
  3. DNS malicioso redirecionar o usuário a sites de phishing e capturar dados e informações bancárias.

E não pense que quebrar a segurança de um wi-fi público é um bicho de sete cabeças. Em uma rápida busca no Google, são apresentados milhões de resultados com tutoriais que ensinam a invadir redes wi-fi livres. Para demonstrar a fragilidade destas redes, uma rede britânica fez o teste e pediu a uma menina de apenas 7 anos para invadir uma rede desprotegida. Pasmem-se, ela levou menos de 11 minutos para conseguir.

Um fato que pode agravar a questão é que as pessoas estão mais preocupadas com desempenho e velocidade do acesso à internet do que com questões de segurança. Pesquisa da Qihoo 360 aponta que 49,75% dos usuários Android utilizam wi-fi públicos. Destes, 86,03% assumem conversar via conexão de internet grátis, 67,23% se preocupam com a velocidade de conexão, 62,05% consideram wi-fi público problemático mesmo com senha e 49,14% terão problemas de segurança em relação ao wi-fi público, contra apenas 5% que estão cientes dos problemas de segurança para quem utiliza wi-fi público.

E os custos de reparo são altos. Para se ter uma ideia, para recuperar 500 yuan de uma conta bancária, foram necessários mais de 60 mil yuan de investimento. Um hacker mal intencionado pode facilmente assumir o controle de uma rede wi-fi sem senha e direcionar milhares de pessoas para sites de phishing a fim de cometer crimes e desviar dinheiro.

Desconfie de redes wi-fi públicas sem senha, um hacker pode estar por trás dela, facilitando a conexão das pessoas à rede com intuito de roubar dados e, com eles, aplicar golpes. Hackers se apoderam de redes públicas para atingir o maior número de pessoas, criando um banco de reserva de possíveis e futuras vítimas.

Os maiores riscos de utilização de rede wi-fi pública na China são os mesmos percebidos no Brasil?

Os riscos são os mesmos em qualquer lugar do mundo. Assim, ao se conectar numa rede wi-fi de livre acesso o usuário deve redobrar sua atenção no que é acessado.

Quais ferramentas da PSafe auxiliam o usuário Android a manter-se protegido mesmo utilizando conexões wi-fi livres de senhas?

O PSafe Anti-phishing alerta o usuário sobre sites de phishing (que roubam informações do usuário). Adicionalmente, outra forma de se manter protegido é sempre ficar atento à URL acessada conferindo se esta é a mesma do site oficial (uma das táticas dos hackers é disponibilizar páginas web com URL’s muito parecidas às dos sites originais. Exemplo: paagseguro.com.br e pafseguro.com.br no lugar de pagseguro.uol.com.br).