WhatsApp abandona celulares BlackBerry, Nokia e Windows Phone

O serviço de mensagens gratuitas descontinuará seu serviço em sistemas que já não suportam as atualizações.

Não é de hoje que o WhatsApp está envolvido em polêmicas no Brasil. Apesar de já ter sete anos, o número da perfeição, as coisas não andam tão boas assim para a plataforma.

Em dezembro de 2015 os smartphones brasileiros ficaram sem o aplicativo de mensagens por uma proibição judicial que fez com que o Telegram ganhasse 2 milhões de usuários no país em apenas 20 horas.

Além disso, a briga com as operadoras de celular é constante e os motivo são vários. O serviço de mensagens instantâneas já acabou com 10 milhões de linhas telefônicas no país porque usuários preferem enviar mensagens grátis via wi-fi a fazer ligações e pagar um valor a mais pelo serviço.

Dessa vez o problema é diferente, o app de chat decidiu encerrar suas versões mais antigas e, com isso, deixar para trás modelos como Blackberry, Nokia S40, Nokia Symbian S60, Android 2.1, 2.2 e Windows Phone 7.1.

Veja mais: Livre-se de armadilhas que chegam pelo seu WhatsApp.

De acordo com o blog do WhatsApp os sistemas operacionais oferecidos pela Google, Apple e Microsoft somam 99,5% das vendas atuais e é por isso que o sistema dará prioridade para os smartphones mais novos e não nos modelos antigos que terão o serviço descontinuados.

A extensão recomenda que os usuários troquem de telefone para seguirem utilizando as versões atualizadas do sistema antes do final de 2016, quando o aplicativo será encerrado nos aparelhos citados.

A empresa ainda explicou que a maneira com que as pessoas utilizam o celular hoje em dia é muito distinta em relação a 2009, ano que o app nasceu. Por isso, suas decisões também precisam ser atualizadas e se adaptarem ao novo jeito de usar o celular. A recomendação é que os antigos usuários atualizem seus smartphones e comprem aparelhos novos para continuarem usufruindo do serviço.