Como recuperar arquivos do cartão de memória corrompido

Calma, não entre em pânico! Confira as dicas do DFNDR Lab para recuperar os arquivos de seu cartão.

Se você usa cartão de memória para armazenar fotos, vídeos, e outros arquivos importantes corre o risco de levar um susto a qualquer hora porque seus dados podem desaparecer sem deixar vestígio. No entanto, há esperança! Felizmente, é possível recuperar um cartão de memória corrompido ou danificado. Confira como com as dicas abaixo.

Não formate o disco
Antes de mais anda, tenha em mente que a formatação é mais usada para prevenir futuros acidentes e aumentar a vida útil do seu cartão de memória; fazê-lo neste momento pode tornar seus dados definitivamente irrecuperáveis. Portanto, evite!

Leia mais: Conheça 4 formas de liberar espaço no celular

Serviços de recuperação de dados não são essenciais
Há muitos prestadores de serviços que prometem recuperar seus arquivos por uma taxa. Usar esta opção muitas vezes não é necessário, a menos que seu disco rígido esteja extremamente danificado. Na maioria dos casos, você mesmo pode recuperar os dados de uma memória flash danificada.

Use um software especializado para recuperação
Para recuperar dados de seu cartão de memória corrompido, você deve usar um software de recuperação especializado confiável. Dois exemplos são o Zero Assumption Recovery e o EaseUS Todo, esse último é focado, especificamente, em manipular dados de cartões de memória corrompidos.

Previna-se
É impossível impedir totalmente que os cartões de memória se corrompam. O que se pode fazer, porém, é tomar precauções para garantir backup e recuperação fáceis.

Isso pode ser feito através de software especializado em recuperação – como dito acima – associado a um aplicativo ou programa que garanta segurança contra vírus, phishing e erros graves do sistema, como o dfndr security – o principal aplicativo de segurança do Brasil.

Além disso, lembre-se também que há outras fontes de armazenamento, como backup baseado em nuvem ou discos rígidos externos duráveis.

Leia mais: Veja como fazer backup no celular com segurança

*publicado originalmente em 20 de maio de 2014