O que é preciso fazer para remover vírus no Skype?

Recebeu um link goo.gl de um amigo por Skype? Fique atento!

O “goo.gl vírus” está de volta ao Skype e provavelmente você deve ter recebido ele por meio de uma mensagem enviada por algum amigo. Durante o último trimestre de 2017, este malware se espalhou pelo aplicativo da Microsoft e também pelo Facebook, invadindo computadores e roubando dados. E uma das principais questões levantadas pelo os usuários é: o que eu preciso fazer para remover vírus no Skype?

Emilio Simoni, Diretor do dfndr lab – laboratório especializado em segurança digital – explica que o este é um tipo de Trojan (Cavalo de Tróia) que se instala no computador da vítima após ela clicar em um link e baixar um arquivo de formato .exe. Para que isso ocorra, os cibercriminosos usam a ferramenta do Google que encurta links, fazendo com que o endereço de URL que contém o arquivo malicioso pareça confiável e seguro. Daí o nome “goo.gl vírus ou malware”.

Uma vez instalado, esse vírus pode roubar senhas, fotos, dados bancários e qualquer outro tipo de informação e arquivos disponíveis. Há casos em que o hacker bloqueia o acesso do dono ao computador e cobra quantias altas de dinheiro para efetuar o desbloqueio. Além disso, ele passa a usar os e-mails, apps e redes sociais do usuário (sem autorização) para praticar crimes virtuais contra outras pessoas.

Fique atento! Se o seu amigo lhe enviou um link por Skype que comece com goo.gl, com certeza a máquina dele foi infectada por esse vírus. Não clique!

O que é preciso fazer para remover vírus no Skype?

Se você clicou, provavelmente a sua conta do Skype será usada para espalhar o link para outras pessoas mesmo sem a sua permissão. A primeira orientação do Diretor do dndr lab é fazer uma varredura completa usando um bom antivírus que seja capaz de detectar malwares e phishing, independente de ter acessado o link pelo computador ou pelo celular. Pois, mesmo que não instale nenhum tipo de arquivo em smartphones, esse link compartilhado é sim malicioso e pode causar outros tipos de prejuízos.
“Existem antivírus para celular que são capazes de identificar e alertar se o link recebido pelo usuário é perigoso antes mesmo dele clicar, como é o caso do dfndr security”, completa Emilio.

Após a detecção e remoção do vírus, o segundo passo é alterar as senhas de todos os sites e programas que eram acessados por meio da máquina infectada.

E por fim, mas não menos importante, oriente seus amigos a não clicarem em nenhum link supostamente enviado por você.