5 coisas que você precisa saber para não ter o celular hackeado

Conheça as medidas fundamentais para bloquear ataques de hackers no seu telefone

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), atualmente 138 brasileiros têm um smartphone. E, gostemos ou não, todos podem ter o celular hackeado. A briga é de gato e rato, alertam os especialistas do dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital.

A tecnologia avança, os hackers também; a tecnologia avança mais um pouco e os hackers tentam alcançá-la, e assim sucessivamente. Daí a importância de adotar alguns cuidados fundamentais para estar sempre a frente nessa corrida.

O que fazer para não ter o celular hackeado

1. Mantenha o sistema operacional atualizado
Os hackers se aproveitam das deficiências das versões antigas do sistemas operacionais para atacar os celulares. Por isso, manter o Android atualizado é tão importante para garantir as correções de falhas de segurança e deixar o celular mais seguro.

2. Instale um antivírus no celular
Procure por um antivírus com antiphishing, função que identifica e bloqueia em tempo real ataques de hackers e outros intrusos dentro de todos os aplicativos, inclusive o WhatsApp. O dfndr security, além de gratuito, é a opção de segurança de mais de 21 milhões de usuários Android. Para baixar, é só clicar aqui.

Leia também: Como saber se o celular está com vírus

3. Cuidado com links compartilhados nas redes sociais
O dfndr lab detecta, em média, 1 milhão de links maliciosos todos os dias. Funciona assim: os hackers lançam um monte de iscas na internet e esperam pela “mordida”, ou seja, pelo clique no link malicioso. Quanto mais pessoas acessarem e compartilharem, mais lucro o hacker tem.

Leia também: Como saber se um link é phishing

Qualquer pessoa pode cair neste tipo de golpe, já que, na maioria das vezes, os links são compartilhados por amigos e familiares. E muitos deles não fazem ideia de que estão ajudando a espalhar um golpe. Por isso, a forma mais eficaz para se proteger, além do senso de julgamento, é manter um antivírus instalado no celular.

4. Antes do download, cheque se o app é confiável
Faça o download de aplicativos somente de sites e fontes confiáveis, como a loja oficial do Android, o Google Play. Como o sistema do Google é menos rígido em relação à segurança, é recomendado sempre ler os comentários dos usuários na página e usar o antivírus do seu celular para conferir a legitimidade do app.

5. Use VPN para se conectar a redes WiFi
VPN é um método de segurança que faz com que seus dados sejam criptografados. Ou seja, quando você usa um app com VPN no seu celular, todas as suas informações ficam invisíveis para qualquer pessoa, incluindo os hackers. Assim, você pode se conectar a redes WiFi públicas, como as de shoppings, restaurantes ou rodoviárias, sem se preocupar.
O dfndr security além de oferecer proteção em tempo real dentro de apps, também disponibiliza a função VPN para proteger seus dados e sua conexão.

Seguindo as dicas do dfndr lab, com certeza você estará mais protegido contra hackers. Aproveite para contar nos comentários o que você já faz para se manter livre de ataques.

*Texto publicado originalmente em 28 de setembro de 2017.

PUBLICIDADE

acelere-seu-android-instale-dfndr-security