Golpes que prometem ovos de Páscoa grátis já atingiram 560 mil brasileiros

Dfndr lab aponta que cibercriminosos se aproveitam da época para criar golpes usando o nome de grandes marcas e prometem ovos de Páscoa grátis

O dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da PSafe, detectou seis links maliciosos que utilizam o indevidamente o nome da Nestlé e Cacau Show para enganar vítimas com a oferta de ovos de Páscoa grátis. A suposta promoção contemplaria 5000 participantes com ovos de chocolate entregues em casa. Em 3 dias de circulação, os golpes, juntos, já atingiram mais de 560 mil brasileiros e os números de acesso continuam crescendo.

Páscoa como isca

Cibercriminosos costumam se aproveitar de períodos específicos, como épocas festivas, feriados ou grandes eventos para criar golpes temáticos. Dessa vez, com a proximidade da Páscoa, os ovos de chocolate foram usados como isca para enganar a população. Segundo Emilio Simoni, diretor do dfndr lab, os links maliciosos têm o objetivo de roubar dados pessoais e financeiros das vítimas ou levá-las à páginas falsas para visualizar publicidades excessivas.

“Ocasiões como a Páscoa são sempre utilizadas por cibercriminosos para tentar fazer novas vítimas, e para tornar o ataque mais crível, estes atacantes utilizam o nome de grandes empresas. Eles utilizam uma mecânica fácil que solicita às vítimas que respondam algumas questões simples como “qual tipo de chocolate prefere” e “já comprou em nossas lojas nos últimos 3 meses”, e por fim pedem o compartilhamento do link malicioso com no mínimo 15 contatos do WhatsApp para garantir o recebimento do prêmio. No intuito de ganhar aquele brinde, a vítima segue os passos e acaba se tornando vetor de disseminação do golpe”, explica Simoni.

Como se proteger de golpes e fake news

Simoni faz algumas recomendações para proteger usuários contra golpes e notícias falsas:

1) Certifique-se que a página da promoção realmente pertence à marca. É recomendável que você busque o site oficial da empresa para garantir que aquela promoção é mesmo real;
2) Evite clicar em links compartilhados no WhatsApp ou nas redes sociais. Antes de informar qualquer dado pessoal em um site ou compartilhar um link de promoção com seus contatos, tenha certeza que ele é realmente seguro.
3)
Na dúvida, é possível verificar se um link é seguro no site do dfndr labA checagem de links avisa em poucos segundos se uma página pode oferecer alguma característica maliciosa.
Utilize soluções de segurança no celular que tenham, de preferência, a função de detecção automática de phishing em aplicativos de mensagem e redes sociais, como o dfndr security. O antivírus envia alertas de segurança sempre que um usuário receber ou acessar um link falso de golpe ou fake news.

Instale o dfndr security.Instale o dfndr vault.