Segurança digital no computador e celular

Mês da cibersegurança: veja dicas para se proteger de crimes virtuais

Acontece no mês de outubro a Conscientização em Segurança Cibernética, um período sobre a importância de se proteger no mundo digital.

Crimes virtuais são a maior ameaça do mundo digital e, à medida que a tecnologia avança, os cibercriminosos aperfeiçoam os golpes e os ataques. Com o aumento dos crimes ano após ano, entidades de vários países escolheram o mês de outubro para ser o momento de Conscientização em Segurança Cibernética do ano, quando se reforça a importância da segurança digital. A intenção é que nesse período sejam implementadas iniciativas para conscientizar a população sobre práticas seguras de cibersegurança e de como proteger seus dados.

Com o início da pandemia da Covid-19, muitas atividades até então feitas de forma física foram adaptadas aos meios digitais. Práticas que já eram feitas online, como, por exemplo, o e-commerce, tiveram um aumento significativo durante o período de isolamento, segundo o G1. O crescimento do uso da internet impulsionou os crimes e ataques cibernéticos  a pessoas físicas e a empresas.

Veja algumas dicas de como se proteger de crimes virtuais:

1 – Faça autenticação em duas etapas em suas contas e aplicativos. Esse é um recurso de segurança que exige duas confirmações de acesso, primeiro pela senha definida anteriormente pelo usuário e depois por meio de um código de segurança enviado por SMS ou e-mail. De preferência, utilize um segundo dispositivo ou e-mail que não esteja ativado no aparelho principal para receber os códigos. Isso garante que, caso seu celular caia nas mãos de terceiros, eles não poderão acessar seus dados.

2 – Não compartilhe seus dados pessoais com desconhecidos e em sites sem saber de sua procedência. Muitos crimes virtuais são praticados por meio de páginas falsas com o objetivo de roubar dados, assim como os cibercriminosos podem fingir serem de empresas e instituições conhecidas para conseguir extrair informações pessoais ou obter ganhos financeiros.

3 – Tenha uma solução de segurança pessoal, como o dfndr security, um aplicativo que oferece proteção contra golpes, como o de Clonagem de WhatsApp, links maliciosos, fake news e aplicativos com vírus. Vale ressaltar que pessoas jurídicas também precisam ter uma proteção. O dfndr enterprise é um exemplo de solução que garante a segurança das informações corporativas contra vazamento de dados e ameaças virtuais.

4 – Mude suas senhas com frequência. Apesar de todos os cuidados para proteger suas informações, se uma empresa onde você tem algum registro sofrer um ataque cibernético e tiver dados vazados, os seus podem estar entre eles. Outro ponto importante é não anotar senhas em lugares que podem ser acessados por outros.

5 – Utilize VPN para que seus colaboradores acessem os dados e plataformas utilizadas pela empresa. Esse é um recurso que serve como uma camada de proteção que decodifica os dados compartilhados de forma segura. 

6 – Eduque seus colaboradores para que eles utilizem os computadores e celulares para trabalho de maneira segura. Incentive o uso de soluções de segurança, medidas de armazenamento seguro de dados e outras práticas que podem evitar que vazamento de dados e crimes virtuais atinjam a empresa.

Com informações do G1: https://glo.bo/3lmR7RV